abdominoplastia

É preciso emagrecer para fazer a abdominoplastia?

08/09/2018
101 Views

Uma curiosidade acerca da abdominoplastia, cirurgia de remoção de flacidez e pele excedente do abdômen, refere-se a perda de peso antes da cirurgia. Assim como em qualquer outro procedimento cirúrgico, quanto mais saudável e dentro do peso o paciente estiver, menores são as chances de complicações.

Outro ponto a ser observado com relação a abdominoplastia é que o procedimento não retira a gordura localizada na região abdominal, logo, o paciente continuará com a gordura, ele será apenas disfarçado pelo procedimento.

Muitas pessoas, por desinformação, acreditam que a abdominoplastia ajudará na perda de peso e em ter aquela barriga lisinha. Entretanto, isso não ocorre. Perda de peso é conseguida com a prática regular de exercícios físicos e na alimentação saudável e livre de gorduras e açucares.

O procedimento cirúrgico estético vai remover a pele excedente na região e que se tornou flácida, seja devido a uma ou mais gestações, seja pela perda de peso excessivo após uma bariátrica. Por vezes a abdominoplastia pode ser complementada com a lipoaspiração, sendo esse o método responsável pela eliminação da gordura localizada.

Desta forma, e conforme a opinião de cirurgiões, quanto mais perto do peso ideal, melhores serão os resultados da abdominoplastia. Hoje, o peso ideal de uma pessoa é medido pelo índice de Massa Corpórea (IMC), sendo que isso foi implantado no País pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Abaixo do índice que varia de 15 até 18,5 o paciente está abaixo do peso ideal, e acima de 40 é considerado obeso mórbido.

Para medir o IMC, você deve pegar o seu peso e dividir pela sua altura. Exemplo, paciente com 65 quilos e 1,62 de altura tem IMC de 24,77, ou seja, perante a OMS essa pessoa estará com o peso ideal.

Então, caso planeje remover aquela flacidez do abdômen e está um pouco acima do peso, mude alguns hábitos. Não precisa ser nada radical, caminhar meia hora todos os dias ajuda a diminuir a circunferência abdominal. Melhorar a alimentação, além de auxiliar nessa perda de peso, trará melhor qualidade de vida, isso sem deixar de mencionar como isso reverbera na saúde da pele do corpo e do rosto do paciente.

Dicas para diminuir gordura abdominal:

Faça ingestão de mais de dois litros de água ao dia; potencialize isso com um termogênico como o gengibre;
Reduza o consumo de alimentos processados e industrializados;
Reduza o consumo de alimentos ricos em gordura saturada e açúcares;
Use mais a escada;
Caminhe;
A natação e a hidroginástica também ajudam a queimar gordura localizada.

E uma coisa deve ficar muito clara ao paciente, cirurgia plástica não faz milagres, não emagrece e não faz o peso ficar ideal para sempre. O paciente deve ter mudanças nos hábitos para que a cirurgia seja um investimento e não desperdício de dinheiro. Para finalizar, no caso da abdominoplastia, quanto mais perto do peso ideal e menor incidência de gordura localizada, melhor será o resultado final.


É preciso emagrecer para fazer a abdominoplastia?

Confira outras matérias em nosso site sobre Saúde, Moda, Estética e Beleza!
Quem Vê – O seu portal sobre Saúde, Moda, Estética e Beleza!

Deixe o seu comentário