Sexo

Sexo vai além de prazer e reprodução, ele é sinônimo de saúde!

22/09/2017
46 Visualizações

A prática do sexo é mais importante para a felicidade do que o dinheiro

O sexo precisa ser visto como algo que faz parte da vida de cada um de nós. A sexualidade está em nós desde que nascemos, e ao longo do nosso crescimento cognitivo e fisiológico iremos aprender a lidar com nossa sexualidade ao decorrer do tempo.

Metade dos brasileiros está insatisfeito na vida sexual. No quesito prazer, apenas 22% das mulheres chegam sempre ao orgasmo e só 44% delas estão satisfeitas com sua vida sexual. E quase 40% das mulheres reprovam sexo no primeiro encontro.

Carla RibeiroDe acordo com Carla Ribeiro, psicóloga com abordagem em sexualidade humana e saúde do homem, “é importante entender que a saúde humana também depende disso, a conscientização da sociedade como um todo, afinal, falar de sexo ainda é um tabu. A saúde também tem o seu percentual do lado sexual, mas infelizmente isso ainda impacta a visão moral e religiosa”, explica.

“Antigamente, as mulheres eram proibidas e punidas em pensar em sentir qualquer tipo de prazer, enquanto os homens tinham sua satisfação como uma descarga de energia através da uma única ejaculação e que não necessariamente fosse um grande prazer, mas que de modo geral não era compartilhado com a parceira, e permanecia apenas a sua autossatisfação. Enquanto isso, nos dias de hoje, as pessoas tanto homens quanto mulheres, têm pedido mais prazer sexual, e as mulheres tem exigido isso de seus parceiros”, destaca a especialista.

Pesquisadores de uma universidade na Escócia, descobriram que pessoas que faziam sexo recentemente tinham menor pressão sanguínea enquanto falavam em público, em comparação com aqueles que não tiveram relação sexual na noite anterior. “Os autores acreditam que a liberação da ocitocina durante o sexo tenha esse efeito calmante no corpo. Tanto o dominador quanto o submisso tinham menores níveis de cortisol – também chamado de hormônio do stress – após praticarem o sexo. Além do estresse, esse hormônio é responsável pela regulação de diversos elementos em nosso corpo, como os níveis de açúcar no sangue, as respostas imunológicas e até mesmo a inflamação”, comenta.

O sexo é uma forma de aproximar o casal, de maneira que além de se entenderem, se conheçam mais que a última vez. “É importante que a saúde, o bem-estar andem juntos nesse parâmetro. O parceiro precisa atender as exigências da parceira e a parceira entender os desejos do parceiro, o que é fundamental para uma boa saúde sexual, física e mental”, diz.

A principal mensagem é que é importante manter uma conexão sexual com seu parceiro, “mas também é fundamental ter expectativas reais em relação à sua vida sexual, já que muitos casais estão ocupados com o trabalho e com responsabilidades familiares”, finaliza.


Serviço: Carla Ribeiro

Psicóloga Clínica e Hospitalar voltada para Saúde do Homem

caribeiro.psi@gmail.com

https://www.facebook.com/psicologacarlaribeiroRJ


Sexo vai além de prazer e reprodução, ele é sinônimo de saúde!

Confira outras matérias em nosso site sobre Saúde, Moda, Estética e Beleza!
Quem Vê – O seu portal sobre Saúde, Moda, Estética e Beleza!

Deixe o seu Comentário