biópsia de pele

Descubra quando é indicada a biópsia de pele

O procedimento de biópsia da pele é realizado por dermatologistas quando há alguma deformidade ou anomalia cutânea. O intuito é enviar a alteração para análise, de modo arealizar seudiagnóstico — podendo se tratar de doenças císticas, inflamatórias, tumorais, de depósito ou de desenvolvimento.

O diagnóstico é indicado tanto em enfermidades mais simples e comuns, como verrugas, ou em casos mais graves, como tumores —no qual a biópsia de pele se torna necessária para avaliar a gravidade e informar o estágio em que essas anormalidades se encontram.

É responsabilidade biópsia também determinar a natureza de tumores, estabelecendo a sua malignidade ou não, alémde prever o prognóstico da doença.Os resultados de uma biópsia da pele levam em torno de 7 e 14 dias para ficarem prontos.

Quando procurar um dermatologista para realizar uma biópsia de pele?

Recorrer a um dermatologista e realizar umabiópsia da pele é indicado quando há a presença de sinais inflamatórios, de manchas escuras que vão crescendo ao longo do tempo ou crescimentos anormais na pele como, por exemplo, sinais.

A biópsia auxilia o diagnóstico depossíveis cânceres de pele, cistos, infecções e doenças inflamatórias na pele, como dermatite e eczema.

Como funciona a biópsia da pele?

Este é um procedimento simples e que normalmente não requer nenhuma preparação especial, sendo realizada em um período entre 10 a 30 minutos.

Para realizar a biópsia da pele, primeiramente, é feita a aplicação de anestesia local — o que evita dor durante o procedimento, mas pode causar uma leve ardência de até 30 segundos no local — para então realizar a retirada da amostra de tecido.

Quais são os métodos utilizados?

Há diversos métodos que podem ser realizados para a realização da biópsia da pele, que variam de acordo com a necessidade de cada caso. São eles:

  • “Punch”: esse tipo de procedimentoutiliza um cilindro que possui superfície cortante. A ferramenta é colocada sob a pele, podendo chegar até a parede subcutânea. É possível retirar amostras variadas, de diversos diâmetros;
  • “Shaving” ou raspagem: semelhante ao “Punch”, mas capaz de abranger maiores extensões.Essa técnica remove camadas mais superficiais da pelecom o auxílio de um bisturi;
  • Curetagem: a curetagem é uma raspagem realizada por meio de uma cureta que retira pequenos e diversos fragmentos de tecido. Entretanto, neste método não é possível realizar a retirada de amostras de tecidos mais profundos;
  • Excisão: neste procedimento, podem ser removidos fragmentos de grandes extensões e de profundidade, sendo recomendado para a remoção de tumores ou sinais.

Recuperação

Em geral, as biópsias são fechadas com aplicação de pontos, o que permite a recuperação rápida e eficiente. É necessário, entretanto, que o paciente mantenha a área limpa e seca. O tempo de recuperação para a remoção de pontos é de em torno de 5 a 20 dias, dependendo do procedimento.

É sempre recomendado a visita a um dermatologista quando for avistado qualquer anomalia na superfície cutânea. Sendo necessário, o profissional irá realizar a biópsia da pelee procurar o melhor tratamento para o paciente.


Confira outras matérias em nosso site sobre Saúde, Moda, Estética e Beleza!
Quem Vê – O seu portal sobre Saúde, Moda, Estética e Beleza!

Deixe o seu comentário