risco celular

Você sabia? Descubra como o uso excessivo de celular afeta sua saúde ocular

Vista cansada ou embaçada e até mesmo miopia: entenda como ficar muito tempo de olho na tela pode afetar a sua visão

Quantas horas por dia você fica grudado no celular? Seja para trocar mensagens com amigos e família, assistir filmes e séries, jogar, ler uma notícia ou simplesmente se divertir nas redes sociais, é possível que você passe bastante tempo conectado.

Com cada vez mais funcionalidades, os smartphones têm se tornado parte essencial da vida de qualquer pessoa – ainda mais durante um período de pandemia, em que o aparelho virou um grande parceiro para matar o tempo dentro de casa.

Apesar de seus benefícios, o uso excessivo de celulares pode ser muito perigoso para a saúde dos nossos olhos, causando diversos tipos de distúrbios e doenças como a miopia.

Neste post vamos explicar um pouco mais sobre os efeitos causados pelo uso excessivo de celulares para a saúde dos nossos olhos, as principais doenças que isso pode causar e como se tratar.

Como o uso de smartphones prejudica nossa visão?

O celular, como qualquer outro eletrônico, emite uma grande quantidade de luz, chamada de luz azul. Esta luz artificial é transmitida pela tela em LED do celular diretamente para os nossos olhos.

Por ter um curto comprimento, a luz azul é altamente absorvida pela retina. Lembre-se que esta é uma luz artificial e que nossos olhos não são projetados para o consumo deste tipo de luminosidade em excesso – que é o que acontece quando grudamos os olhos na tela do celular.

A comunidade científica tem desenvolvido diversos estudos sobre os efeitos da exposição prolongada à luz azul dos LEDs para a nossa visão. Alguns estudos já relacionaram o novo hábito ao desenvolvimento de problemas que abordaremos em breve neste artigo, como degeneração macular, vista cansada e miopia.

Fatores de smartphones que impactam nossa saúde ocular

São muitos os fatores que influenciam os nossos olhos. Por isso, é importante conhecê-los para saber como se cuidar.

  • Luz azul de LED: como mencionamos anteriormente, a luz azul do LED da tela do celular pode causar uma série de problemas de visão. Além disso, ela pode alterar nosso sono, pois a luz azul impede o corpo de produzir melatonina, o hormônio do sono.
  • Fontes pequenas: celulares normalmente têm textos e legendas em tamanhos pequenos, o que nos obriga a forçar a vista para conseguir ler o que está na tela.
  • Excesso de claridade: além da luz azul, que apesar de ser emanada é imperceptível aos nossos olhos, somos expostos a grande quantidade de luminosidade artificial gerada pelo celular quando estamos de olho na tela durante muito tempo.

Doenças acarretadas pelo uso excessivo de celulares

É cada vez mais comum identificar problemas de visão ocasionados pelo uso prolongado de smartphones. Conheça alguns dos principais sintomas e problemas de que algo pode estar errado com a saúde dos seus olhos:

  • Miopia

A miopia ocorre quando a pessoa não consegue enxergar com clareza objetos que estão distantes. Sabe quando você tem que apertar os olhos para conseguir ler o nome do ônibus que está chegando no ponto? É um indício de miopia.

Este erro refrativo é comum, mas tem se intensificado na era das telas e dos smartphones. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a miopia era considerada uma complicação majoritariamente genética, mas o uso de celulares mudou esse cenário.

A OMS considera que há a possibilidade da miopia ser a maior epidemia do século, com 35% da população mundial identificada com este problema de visão. Estima-se que, até 2050, este número chegue a 52%.

  • Vista cansada ou embaçada

Você já sentiu que seus olhos estavam muito cansados após ficar muito tempo em frente ao celular? Isso acontece porque, além da grande quantidade de luz emitida pelo aparelho, nossos olhos fazem um esforço muito grande para conseguir se concentrar diante de tanta luminosidade direta.

  • Ressecamento dos olhos

A sensação de olhos secos é bastante comum para quem utiliza muito o celular, pois deixamos de piscar e, consequentemente, lubrificar os olhos. Como estamos muito concentrados no que está na tela, nosso organismo esquece de piscar, levando à sensação incômoda de ter os olhos secos.

  • Dor de cabeça

Ao ficar muito tempo com o foco voltado para a mesma atividade (mexer na tela do celular), nossos olhos e nossa cabeça sentem o cansaço e a fadiga causados pela exposição excessiva.

Por isso, quando ficamos muito tempo mexendo no celular, é comum sentir dores de cabeça ou pequenas pontadas.

  • Degeneração macular

A porção central retina, também conhecida como mácula, é responsável pelo registro de detalhes visuais pelo olho. A degeneração macular acontece quando as células fotorreceptoras têm dificuldade para captar as imagens e são degeneradas.

Associada ao envelhecimento do indivíduo, a degeneração macular se tornou muito comum também em jovens por conta do uso excessivo de celulares.

Isso acontece porque a estrutura do nosso olho não foi feita para bloquear ou refletir a luz azul emitida pelas telas dos aparelhos, fazendo com que o órgão fique vulnerável e cause a morte das células fotorreceptoras.

É preciso tomar muito cuidado com a degeneração macular, pois sua evolução pode levar até mesmo à cegueira, sendo um dos mais sérios problemas causados pelo uso prolongado de celulares e outros aparelhos eletrônicos.

  • Dificuldade para dormir

Embora não esteja diretamente associado à vista, é importante destacar que utilizar celulares por muito tempo afeta também o nosso relógio biológico.

Isso acontece porque a luz azul da tela de LED do celular não permite que o corpo produza os hormônios necessários para o sono, gerando muitas dificuldades para dormir e até mesmo quadros graves de insônia.

Uma pesquisa recente mostrou que 65% dos brasileiros usam o celular à noite quando já estão deitados na cama. Como precisamos de um ambiente escuro para conseguir dormir, o hábito pode prejudicar não apenas a visão, mas também a qualidade do sono.

Uso de smartphones no Brasil

Uma pesquisa mundial realizada pela consultoria App Annie mostrou que o Brasil é o segundo país com maior média diária de uso de smartphones: foram 4,8 horas por dia em 2020, uma hora a mais do que a média do ano anterior.

Além disso, o celular é o principal meio de acesso à internet para 3 em cada 4 brasileiros, de acordo com uma pesquisa de 2020 feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Entre aqueles acima de 10 anos, o uso do aparelho é feito por 98,1% das pessoas.

Os casos de problemas de visão têm aumentado em crianças, adolescentes e jovens adultos, principalmente por conta do uso excessivo dos aparelhos. E, com a pandemia, o tempo de uso destes eletrônicos só aumentou, independentemente da faixa etária.

Uma pesquisa publicada na revista científica Lancet, com oftalmologistas e pacientes da América do Sul, mostrou que, entre 2019 e 2020, o crescimento da miopia entre jovens de 5 a 18 anos foi de 40%.

Como se cuidar

Manter uma visão saudável em tempos de pandemia, quando utilizamos eletrônicos em uma frequência cada vez maior, pode parecer um desafio, mas não é impossível.

Por isso, listamos algumas dicas para cuidar da saúde dos seus olhos, fazendo com que os riscos para o desenvolvimento das doenças oculares possa diminuir.

  • Lembre-se de piscar. O ato ajuda a manter a lubrificação dos olhos. De acordo com oftalmologistas, a recomendação é de piscar de 15 a 20 vezes por minuto.
  • Ajuste as configurações da tela do seu celular, como brilho e contraste, para uma opção que seja mais agradável para sua visão.
  • Tente diminuir o reflexo usando películas anti-reflexo ou protetores de tela fosco.
  • Ative o filtro de luz azul do seu celular. A maioria dos aparelhos oferece este recurso, que usa cores mais quentes e em tons amarelados para gerar mais conforto para a vista.
  • Utilize o modo noturno. Nesta opção, o celular fica com as letras em branco e com a maior parte da tela em preto, fazendo com que a leitura seja menos cansativa para os olhos.
  • Mantenha a tela sempre limpa e livre de possíveis obstruções que possam atrapalhar a visão.
  • Relaxe a musculatura dos olhos fazendo exercícios para focar em objetos que estão mais distantes de você.
  • Por fim, tente diminuir o seu consumo de celular. Evite usar o aparelho durante as refeições ou na hora de ir para a cama.

Agora que você já conhece mais sobre os problemas causados pelo uso excessivo de celular para a saúde dos nossos olhos, que tal aplicar as nossas dicas no seu dia a dia?

Deixe o seu comentário