isa-colli

Férias escolares: escritora propõe viagem literária para entreter crianças na pandemia

Os estudantes entram, na próxima semana, no terceiro período de férias em meio à pandemia da Covid-19. Com as regras sanitárias e de distanciamento social ainda em vigor, muitas famílias vão abrir mão de um dos principais programas para quem deseja descansar neste período de recesso escolar: as viagens. E quem disse que é preciso pegar a estrada ou um avião para conhecer lugares novos?

A escritora Isa Colli dá uma dica valiosa: “a literatura nos permite viajar sem sair do lugar. Podemos visitar cidades famosas, países distantes e até conhecer criaturas de outros planetas. A criatividade não tem limites. As famílias podem aproveitar esse momento da pandemia que ainda requer cuidados para fazer essas descobertas dentro da própria casa. Eu garanto que as crianças vão se divertir”.

A autora tem vários livros com temáticas que podem inspirar viagens imaginárias. O roteiro pode começar pelas aventuras de “Luke, o macaco atleta”. Na história, o protagonista percorre vários países da Europa para convencer animais e humanos a se alimentar de forma saudável e praticar exercícios físicos. No segundo volume da coleção, Luke visita as regiões brasileiras para mostrar as riquezas da alimentação de cada local, como as frutas exóticas que existem no país. A terceira escala do macaco atleta é em Nova York, onde fica a sede da Organização das Nações Unidas. Esse livro está na reta final para o lançamento.

As abelhas Vivene e Florine oferecem um roteiro bem exótico aos viajantes: no primeiro título da coleção, a história de passa na aldeia onde elas vivem, chamada Moinho. No segundo volume, elas partem para um mundo de descobertas na Amazônia e aproveitam para ensinar os riscos do desmatamento. A terceira aventura das abelhinhas é no fundo do mar.

“O Reino do Tempo”, recém-lançado, leva a criançada para um mundo comandado pelas estações do ano, que são as protagonistas da história. E falando em realeza, no livro “O Rei está no trono”, a peregrinação da Hiena em busca do monarca termina com uma surpresa inusitada, que agrada em cheio a garotada. Já “Maia, a Estrela do Mar” convida a uma odisseia entre o céu e as profundezas do oceano.

Seja para o público infantil ou adulto, a literatura tem sido uma grande aliada para enfrentar as dores e inseguranças da pandemia. Só para citar um exemplo, a venda de exemplares digitais dar um salto em 2020, segundo a pesquisa anual feita pela consultoria Nielsen em parceria com a Câmara Brasileira do Livro e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros. No ano passado, foram comprados 83% mais e-books do que em 2019, num aumento de 4,6 milhões para 8,4 milhões de unidades vendidas. Os números também se refletem na editora dos livros de Isa – a Colli Books. Já com trabalho consolidado em escolas, o selo viu disparar as vendas no varejo.

“A pandemia trouxe muita tristeza e notícias ruins, mas também nos tornou mais resilientes, solidários e atentos à dor do outro. E eu fico feliz de poder ajudar as crianças e os adultos, por meio da literatura, a enfrentar esse momento tão difícil”, diz Isa.

A obra da autora está disponível para venda nas plataformas Amazon, Kobo e book.google ou no site collibooks.com

Deixe o seu comentário