saude mental

Dicas de como ter saúde mental em dia no mercado de trabalho

A saúde mental é uma pauta muito abordada nos dias de hoje. Atualmente, a depressão acomete 350 milhões de pessoas ao redor do mundo e esse dado ajuda a entender a maior preocupação com o bem-estar mental.

A depressão e outros distúrbios mentais possuem características hereditárias, mas também podem ser agravados por circunstâncias externas e situações de estresse/trauma.

Nesse caso, cuidar da saúde mental no trabalho é um ponto extremamente importante, principalmente frente aos novos cenários que são mais dinâmicos e velozes e a sobrecarga se mostra cada vez mais frequente, ocasionando casos como a síndrome de burnout.

Há várias situações que podem despertar ou agravar um quadro de distúrbios mentais, como:

  • Más condições de trabalho;
  • Jornadas extenuantes;
  • Estresse;
  • Ansiedade.

Pensando nesse cenário complexo, preparamos um texto para apresentar dicas sobre como manter uma boa saúde mental no ambiente de trabalho, acompanhe.

Saúde mental além da produtividade

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), saúde mental é o estado de bem-estar em que o indivíduo é capaz de se recuperar do estresse do cotidiano e se manter produtivo, tendo equilíbrio em diversas situações do cotidiano.

O dia a dia de uma empresa de cabeamento de rede, por exemplo, pode ser cheio de problemas a serem resolvidos e atividades a serem executadas..

Assim, principalmente em situações de discordâncias, é natural que a equipe de funcionários se estresse em algum momento. O problema é quando esse estresse evolui para quadros mais graves.

Se a saúde mental dos colaboradores não é bem observada, eles podem desenvolver distúrbios de ansiedade e depressão, o que afeta toda a vivência individual e do grupo, visto que pode impactar as relações e o clima geral.

Ou seja, oferecer as condições adequadas para que todos os profissionais envolvidos possam trabalhar de forma saudável é uma questão de produtividade, mas não só isso.

Assim, é imprescindível ter a noção de que esses cuidados devem partir dos dois lados da relação trabalhista: a empresa e os funcionários, promovendo ambientes e rotinas melhores.

Com isso, a empresa de alarmes residenciais em Fortaleza pode disponibilizar espaços para descanso, dinâmicas de interação ou mesmo prestar assistência médica e construir um ambiente de trabalho saudável para todos.

Do mesmo modo, os funcionários devem se sentir confortáveis para comunicar qualquer dificuldade que eles possam estar passando e cuidar dos momentos de descanso e com a família.

Assim, nos próximos tópicos vamos mostrar o que a empresa e os funcionários podem fazer para dar forma a um ambiente profissional que privilegie a saúde mental dos envolvidos.

O que os gestores podem fazer?

Em primeiro lugar, é preciso pensar a relação profissional entre gestor e funcionário para além da produtividade, entendendo que são duas pessoas interagindo e é necessário também identificar processos mais humanizados.

Deste modo, quem é responsável por uma equipe tem de estar aberto ao diálogo para conhecer as necessidades das pessoas envolvidas no trabalho.

Sem uma conversa clara e franca, bem como a disponibilidade ao diálogo, os prestadores de consultoria contábil para micro e pequenas empresas não terão as condições plenas de entregar um serviço à altura e entender os processos necessários para isso.

Pensando nisso, separamos algumas medidas recomendáveis para promover um ambiente produtivo e saudável, acompanhe.

  1. Permita intervalos lúdicos

Hoje em dia é muito comum encontrar empresas que apostam em intervalos lúdicos durante a jornada de trabalho para diminuir o estresse.

As estratégias vão desde ginástica laboral até prática de esportes e disponibilidade de videogames. 

Pouco a pouco a noção antiga de que a jornada dos funcionários deve ser longa e sem interrupção está dando lugar a outras ideias, visto que é compreendido que o bem-estar e o descanso mental são fundamentais para uma produção de qualidade.

Os gestores tem percebido cada vez mais que permitir intervalos periódicos ajuda a reduzir o estresse e até mesmo aumenta a produtividade de toda a equipe.

  1. Ofereça suporte

Ter acesso a bons serviços de saúde nem sempre é viável. Por isso é sempre de bom tom que as empresas ofereçam plano de saúde ou até suportes de saúde alocados.

Dessa forma, os funcionários terão acesso a psicólogos e psiquiatras se julgarem necessário.

Contratar um psicólogo para conversar com a equipe periodicamente também é uma boa estratégia.

Veja isso como um investimento no bem-estar de quem trabalha ao seu lado. Quem tem acesso a um bom terapeuta ou a uma consulta urologista particular tem mais saúde mental e física e, portanto, trabalha melhor.

  1. Incentive o exercício físico

A prática regular de exercícios físicos é uma das melhores medidas para afugentar a depressão e a ansiedade e manter a integridade da saúde física e mental.

Os profissionais podem praticá-lo na empresa, como na ginástica laboral que destacamos no tópico acima, ou serem incentivados a fazer isso fora do horário de trabalho.

É possível fazer parceria com uma academia e oferecer pacotes a preços exclusivos, por exemplo.

  1. Aposte em confraternizações

O dia a dia de trabalho pode proporcionar uma convivência harmoniosa, mas não permite muitos momentos de descontração entre os colegas de empresa.

Desse modo, realizar confraternizações periódicas é uma ótima maneira de fazer os funcionários se encontrarem em um contexto mais descontraído e trocar experiências, integrando e relaxando a equipe.

Ou seja, é algo importante para criar um senso de comunidade e amizade entre quem trabalha junto. Além disso, contribui para humanizar a empresa como um todo. 

Uma outra estratégia complementar a essa pode ser dar brinde personalizado para empresa aos envolvidos, ou mesmo criar dinâmicas integrativas.

  1. Cuide do ambiente de trabalho

As condições de limpeza dizem muito sobre um empreendimento. Seja um escritório ou um galpão, ele deve ser higienizado continuamente.

Um complemento a isso é oferecer refeições para os funcionários. Analise as condições da empresa para escolher quais serão elas.

Podem parecer detalhes, mas esses dois pontos tem uma grande influência na saúde mental.

Afinal, a empresa que oferece boas condições para que os profissionais exerçam suas tarefas certamente é composta por pessoas saudáveis e produtivas.

O que os funcionários podem fazer?

Os distúrbios mentais tem muito a ver com as circunstâncias externas que cercam cada indivíduo.

Contudo, eles também são influenciados por comportamentos e características particulares. Em outras palavras, o próprio funcionário pode se ajudar ao adotar ações mais positivas ou criar hábitos mais saudáveis.

  1. Fique atento aos sinais do corpo

A depressão é muitas vezes uma doença silenciosa, que se instala sem que a pessoa se dê conta.

Preste atenção a qualquer modificação aparentemente sem motivos claros, como redução do apetite, insônia e pensamentos negativos.

A jornada de trabalho de um distribuidor de esquadrias pode ser extremamente atribulada e isso impede cuidados mais meticulosos com a saúde.

  1. Comunique-se

Se você perceber sintomas desse tipo, não hesite em comunicar à família, amigos e gestores.

Acima de tudo, não tenha medo ou vergonha de buscar auxílio psicológico. As discussões sobre saúde mental estão muito mais avançadas hoje em dia do que nas décadas anteriores, mas o assunto ainda é cercado por tabus e estereótipos negativos.

Tenha em mente que a psicologia e a psiquiatria são áreas da medicina tão fundamentais quanto todas as outras.

Ou seja, da mesma forma que um profissional pode se machucar com gravidade, ele também pode adoecer por negligência com a saúde mental.

Desse modo, além da empresa contar com o gerenciamento de riscos ocupacionais, é também importante contar com o apoio de especialistas, ou mesmo com uma rede de apoio dentro da própria empresa, como com os líderes diretos.

  1. Faça pausas

Pode ser tentador pular refeições ou passar noites em claro para cumprir demandas e adiantar trabalhos. Mas, por maiores que sejam as suas atribuições, não prejudique sua saúde por elas.

Fazer pausas durante o expediente é ótimo para descansar o corpo e a mente. Além disso, também contribui para a criatividade e a produtividade.

Portanto, ao fazer um intervalo você vai estar se preparando para retornar à atividade com mais afinco e competência do que antes.

  1. Planeje os momentos de lazer

É muito comum que os profissionais não se dediquem a nenhuma outra atividade após o expediente. Se esse for o seu caso, aproveite o tempo livre para se dedicar a alguma atividade física.

Você pode começar devagar e ir aumentando o tempo e o ritmo do exercício conforme seu corpo for se acostumando.

Busque também escolher outras opções de lazer, como ir a shows, ao cinema ou ao parque.

Nós temos tendência a passar muito tempo em lugares fechados, como escritórios ou nossas próprias casas, graças ao home office.

Contudo, é importante separar um tempo para passar ao ar livre e descansar a mente e o corpo.

  1. Tenha uma rede de apoio

Contar com o apoio de família e de amigos é imprescindível para se recuperar de uma questão mental, ou até mesmo para preveni-la.

O ser humano é naturalmente social. Ele dá sentido à vida a partir das relações que estabelece ao longo da existência.

Portanto, procure se integrar aos colegas de trabalho e também cultivar amizades fora dele.

Em resumo, não se feche. Uma boa conversa pode ajudar a reduzir a ansiedade e procurar novas alternativas para resolver os problemas.

Considerações finais

A partir desse texto, procuramos destacar a importância da preservação da saúde mental dos profissionais.

Apontamos que é uma relação de duas vias em que o gestor tem responsabilidades e os funcionários também têm.

Em suma, o objetivo é desmistificar alguns tabus em volta do cuidado com a saúde mental e da produtividade no geral.

As boas condições de trabalho vão além da aquisição de equipamentos de última geração ou soluções tecnológicas como BPM software preço. Afinal, além de bons equipamentos e ambiente, a saúde mental tem papel determinante na produtividade dos colaboradores.

Deixe o seu comentário